sexta-feira, 30 de abril de 2010

Ganhadeiras de Itapuã

Olhem essas saias, não são de princesas??????
Lindas!!!!!!!!!!!!


Numa das minhas viagens a Salvador- Bahia- conheci as Ganhadeiras de Itapuã. Um grupo fundado com a finalidade de resgatar  e preservar as antigas tradições do bairro. O trabalho envolve música, dança e encenações relembrando situações vividas pelas negras de ganho de Salvador do século XIX. O grupo tem 40 integrantes entre homens, mulheres e crianças.
Um pouquinho da História..
Até 1940 Itapuã era uma pequena aldeia de pescadores e dois grupos se destacavam no trabalho: os pescadores e as ganhadeiras. Eles pescavam e elas eram as responsáveis por grande parte da comercialização do pescado. Elas caminhavam cantando pela praia com gamelas  na cabeça, levando frutas e peixes que seriam vendidos na Baixa dos Sapateiros. Lindas!!!!
A esse grupo minha reverência e muito axé!!!!!!!!!!!!!

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Ipês

Sou louca por ipês. Amarelos principalmente.
 Ontem passei por uma rua de São Paulo e vi o primeiro ipê roxo florido deste ano. Fiquei tão atarantada, que não me lembro onde foi.
De agora em diante, eles começam a florir. Primeiro o roxo e o rosa. Depois,  em meados de Agosto explode o amarelo. Em Outubro e Novembro vem o cor-de-rosa claro. E ainda o branco, mais raro e mais acanhado, mas nem por isso menos bonito.
 Dizem que tem um chamado púrpura e que só tem em Minas Gerais. Nunca vi.
Um dia pensei em fazer um livro sobre os ipês brasileiros. Na primeira pesquisa me deparei com uma quantidade tão grande de espécies deste gênero, que imediatamente reconheci a minha incompetência para tal. Algumas fontes falam em mais de 200espécies, com várias cores de flores, mas nem todas são conhecidas popularmente como ipês. Quem é do centro-oeste brasileiro conhece o ipê também como pau-d'arco.
Se alguém conhece ou tem uma foto do ipê purpura, mande informações.